Como combater os Gases
Maio 2011

Você tem gases freqüentemente?Após as refeições o seu abdômen fica distendido? Entenda o que pode estar causando isto. Todo mundo tem gases e uma pessoa normal expele em média 14 vezes ao dia. O problema é o excesso de gases, que estufa o abdômen e pode causar cólicas, desconforto, indisposição e mau-humor. O acúmulo de gases é uma queixa comum no consultório, também conhecido como flatulência (do latim flatus, que significa sopro).

O excesso de gases pode ser por vários motivos que vão desde: alimentação, ansiedade, cândida intestinal, desequilíbrio da flora intestinal, etc.

Sobre a alimentação é importante estar atento aos alimentos que produzem mais gases, entre eles estão o feijão e o leite. No feijão encontramos muitos oligossacarídeos produtores de gases, sendo o principal chamado rafinose. Como não produzimos uma enzima (alfagalactosidase) que digere este elemento, a ingestão de feijões pode aumentar em até 12 vezes a liberação de gases.Com relação ao leite, muitas pessoas têm “intolerância à lactose”, pois não possuem quantidade suficiente da enzima lactase, necessária para digerir o açúcar do leite. Um estudo comprovou que os laticínios (exceto o iogurte) são a principal causa de flatulência nos Estados Unidos, pois existem vários graus de intolerância (branda ou severa) à lactose.Um exemplo foi que durante 2 dias um rapaz não comeu nada e só tomou leite (2 litros por dia), os gases passaram para 141 por dia, sendo 70 em um único período de 4 horas. Também foram produzidos muitos gases, quando ele tomou 2 copos de leite com as refeições.

Outros alimentos geradores de gases são pães e massas, pois uma parte do carboidrato não é totalmente absorvida ou digerida no estômago ou no intestino delgado, chegando resíduos no intestino grosso sendo fermentado pelas colônias famintas de bactérias. O excesso das carnes também contribui a este processo, pois ao permanecerem no intestino grosso entram em putrefação.

Outros alimentos que devemos prestar atenção são: brócolis, couve-flor, couve-de-bruxelas, repolho, cebola, couve-nabo, soja, ervilha seca, nabo, farinha de mandioca, etc.

A ansiedade é um fator que contribui para o aparecimento de gases, pois ao ingerir os alimentos rapidamente e não mastigá-los adequadamente, podemos estar ingerindo ar e dificultando a digestão normal.

Outro fator a ser observado é o desequilíbrio da flora intestinal (Disbiose).Sempre que acontece este desequilíbrio, a Candida albicans é o primeiro dos microorganismos perigosos cuja presença se faz notar. Ela está envolvida no tipo de disbiose chamada fermentativa, e uma das principais conseqüências é a produção excessiva de gases.

Para combater estas causas de gases é importante fazer a limpeza intestinal, reeducação alimentar e reposição da flora intestinal.

Algumas dicas são importantes:

Tire o gás do feijão: lavar o feijão e colocá-lo em água fervente deixando ferver por 3 minutos em panela tampada. Deixar de molho por 2 horas, escorrer a água, deixar novamente de molho por mais 2 horas. Troque a água e deixe novamente de molho até o dia seguinte. Escorrer, lavar e cozinhar o feijão;

Gengibre e alho são ótimos quando usados em comidas que produzem gases;

Quanto menor a mistura de alimentos menor a possibilidade de formar gases;

Existe uma individualidade. Observe os alimentos que dão gases para você;

Diminua ou retire o leite da sua alimentação;

Fonte: Tiago Almeida e Solange, autores do livro “Colonterapia: Reeducação Alimentar, Desintoxicação, Rejuvenescimento” (editora Gran Sol).

Rio de Janeiro ( 21 ) 2523 1453
São Paulo ( 11 ) 5084 0506


Site: www.intestinosaudavel.com


Entrar em contato